Buscar:   
 

Semeadura direta. Um aporte à produtividade e à sustentabilidade ambiental.
Argentina é o país com maior percentagem de semeadura direta a nível global, produz para alimentar a 400 milhões de habitantes.

Introdução

A Semeadura Direta nasceu como uma tecnologia de cultivo que reduz a degradação dos solos, com um melhor aproveitamento da água de chuva, economicamente mais eficiente e com uma melhoria nos rendimentos, ou seja, uma agricultura mais sustentável. 

Na atualidade valoriza-se como um sistema evolucionado que tem como objetivos supremos não só a conservação dos recursos naturais e sua eficiência, mas também se tem convertido no único regime de produção que pode até chegar a suster o crescimento da produção mundial de alimentos e o único sistema que é capaz de mitigar o efeito da mudança climatológica, principalmente naquelas áreas onde se vislumbram efeitos mais severos pelo futuro aquecimento e consequente escassez de água no ambiente.

 

 

Autores: Ing. Agr. M. Sc. Mario Bragachini, Ing. Agr. Juan Pablo Vélez, Ing. Agr. Ph.D. Cristiano Casini, Ing. Agr. Federico Sánchez
Coautores: Ing. Agr. Andrés Méndez, Ing. Agr. Diego Villarroel, Ing. Agr. Fernando Scaramuzza, Ing. Agr. Gastón Urrets Zavalía, Ing. Agr. M.Sc. Carolina Alvarez, Ing. Agr. Dra. María Basanta
Diagramación Técnica: Téc. Mauro Bianco Gaido.
 
Actualización Técnica Nº 89. Noviembre de 2015
Baixar publicação completa em formato PDF (1.82 Mb.)